Mudamos a imagem do blog para homenagear este gesto histórico entre uma manifestante e um policial da Policia Militar.

O Judiciário (MPF), as ongs CIMI (Conselho Indigenista Missionário) e Survival International, o Conselho Mundial de Igrejas (CMI) e demais picaretas se uniram para praticarem a picaretagem indigenista. O povo do Vale do Araguaia e os guerreiros do Posto da Mata (Suiá Missu) se uniram para defenderem o Brasil. Um herói, vestido de maneira simples, e desarmado, avança contra vários soldados federais pesadamente armados. Seu heroísmo marcou a ação da picaretagem indigenista: um homem só, trabalhador, enfrentando o maior aparato militar já montado neste país pelos picaretas do judiciário, CIMI, CMI e Survival international. É por este motivo que seu ato é retratado no logo deste site: um homem, só, enfrentando a canalhice indigenista de norte americanos, brasileiros (indigenistas sem carater, vendidos à estratégia das grandes potencias), ingleses, noruegueses, alemâes, canadenses, italianos e etc. Um homem só enfrentando a canalhice deste mundo. Esta é a tônica deste site: um homem só enfrentando o mundo. Esta luta não é para muitos, é para os poucos que não foram contaminados pelo politicamente correto, que não tiveram seus valores relativizados pelo gramscismo que impera em toda a sociedade brasileira.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.
Você se pergunta porque os povos do mundo estâo em guerra em busca de seus direitos. Povos, raças, grupos de todos os matizes, todos estâo lutando com unhas e dentes por seus direitos. Em 1964 um ministro norte americano, William Branham, chegou a uma conclusâo, na qual o Resistencia Suiá Missu concorda: as cartas em apocalipse (2-3) às Igrejas da Ásia eram proféticas e se referiam a períodos de tempo pelo qual a igreja passaria e segundo o ministro, a ultima carta, a de Laodicéia, representaria esta era moderna na qual vivemos. Até o nome se encaixa na luta dos povos por direitos: Laodicéia - Direito dos Povos. Quando vocês veem o povo nas ruas, manifestando-se, lembre-se - estamos vivendo a ultima era da igreja: Era de Laodiceia, que significa a Era dos Direitos dos Povos

Arquivo do blog

Resistencia Suiá Missú

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Posto da Mata: um nome para os anais da história brasileira

Eliel Santos
Fonte: Fórum Terapeuta Osmar Cláudio

Um comboio de caminhôes militares, lotado de soldados armados, se aproxima do posto de combustível conhecido como Posto da Mata, nome também da localidade. Junto, carros com policiais federais, força de segurança nacional e policiais rodoviários federais. Objetivo? Expulsar 7.000 pessoas, inclusive 700 crianças, de suas casas para que as ongues da picaretagem indigenista (CIMI e Survival international) fiquem satisfeitas e o Brasil possa aspirar a um assento no CS da ONU.




Mas o povo disse não. O povo daquela região, cansados de tanto pistoleiro, mortes, perseguiçôes resolveu peitar as mais poderosas instituiçôes militares do país. Eles peitaram a elite da policia do país (Video no G1).

Não somente o "Posto da Mata" como o povo da região Suiá Missu entraram para a história por peitaram o sistema judicial brasileiro corrupto, onde juízes, desembargadores, procuradores e promotores não estão nem aí para a verdade. Eles só querem agradar a intelectualidade acadêmica, pois sabem que seus nomes entrarão para os livros históricos por terem dado uma ajuda a um grupo ideológico poderoso.

Mas como eu disse, o povo cansou. E resolveram enfrentar a corrupção judicial de peito aberto.





O heroísmo do povo do Posto da Mata rendeu frutos. Politicos de todos os estados se voltaram à defesa dos trabalhadores agredidos pela justiça. Todas as cidades do Vale do Araguaia - Ribeirão Cascalheira, Agua Boa, Barra do Garças, Nova Xavantina, Alto da Boa Vista - estraram na guerra contra o descalabro judicial e a violencia contra um povo trabalhador. 200 indios da etnia Xavante também estão se dirigindo à região de conflito pintados para a guerra em apoio aos trabalhadores agredidos pelo descalabro judicial.

Resumindo: CIMI e Survival International podem ter ganhado na farsa de Raposa Serra do Sol, mas aqui no vale do Araguaia eles finalmente serão derrotados, mesmo que a justiça despeje todo mundo da area de Suiá Missú. Jamais estas ongs da picaretagem indigenista se recuperarão moralmente depois de violentarem o povo trabalhador brasileiro da forma que fizeram em Suiá Missu.

Posto da Mata: este nome hoje é Brasil. Vale do Araguaia hoje é Nação Brasileira. É aqui que o futuro da nação brasileira será decidido.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Hino de Resistência e PAZ pela Suiá Missu!!!

As armas estavam nas mãos de policiais brasileiros, mas a estratégia de desintrusão foi tomada nos salôes da ONU, palacios europeus de governo e Casa Branca por canalhas norte americanos, canadenses, ingleses (Principe Charles, dono da ong Survival international), sacerdotes católicos e protestantes do Conselho Mundial de Igrejas e indigenistas brasileiros sem carater