Mudamos a imagem do blog para homenagear este gesto histórico entre uma manifestante e um policial da Policia Militar.

O Judiciário (MPF), as ongs CIMI (Conselho Indigenista Missionário) e Survival International, o Conselho Mundial de Igrejas (CMI) e demais picaretas se uniram para praticarem a picaretagem indigenista. O povo do Vale do Araguaia e os guerreiros do Posto da Mata (Suiá Missu) se uniram para defenderem o Brasil. Um herói, vestido de maneira simples, e desarmado, avança contra vários soldados federais pesadamente armados. Seu heroísmo marcou a ação da picaretagem indigenista: um homem só, trabalhador, enfrentando o maior aparato militar já montado neste país pelos picaretas do judiciário, CIMI, CMI e Survival international. É por este motivo que seu ato é retratado no logo deste site: um homem, só, enfrentando a canalhice indigenista de norte americanos, brasileiros (indigenistas sem carater, vendidos à estratégia das grandes potencias), ingleses, noruegueses, alemâes, canadenses, italianos e etc. Um homem só enfrentando a canalhice deste mundo. Esta é a tônica deste site: um homem só enfrentando o mundo. Esta luta não é para muitos, é para os poucos que não foram contaminados pelo politicamente correto, que não tiveram seus valores relativizados pelo gramscismo que impera em toda a sociedade brasileira.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.
Você se pergunta porque os povos do mundo estâo em guerra em busca de seus direitos. Povos, raças, grupos de todos os matizes, todos estâo lutando com unhas e dentes por seus direitos. Em 1964 um ministro norte americano, William Branham, chegou a uma conclusâo, na qual o Resistencia Suiá Missu concorda: as cartas em apocalipse (2-3) às Igrejas da Ásia eram proféticas e se referiam a períodos de tempo pelo qual a igreja passaria e segundo o ministro, a ultima carta, a de Laodicéia, representaria esta era moderna na qual vivemos. Até o nome se encaixa na luta dos povos por direitos: Laodicéia - Direito dos Povos. Quando vocês veem o povo nas ruas, manifestando-se, lembre-se - estamos vivendo a ultima era da igreja: Era de Laodiceia, que significa a Era dos Direitos dos Povos

Arquivo do blog

Resistencia Suiá Missú

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Segundo PF, bandidos do CIMI atrapalham negociações

Por meio de nota, Polícia Federal, aponta presença de agitadores profissionais entre os índios no caso do Mato Grosso do Sul



A Polícia Federal acaba de divulgar Nota Oficial por meio da qual explica as razões do não cumprimento do mandado judicial de reintegração de posse das fazendas invadidas por índios Terena no Mato Grosso do Sul. Na nota a PF informa que as diversas tentativas de acordo em busca da solução pacífica da crise com os indígenas foram frustradas "especialmente em razão da presença de indivíduos estranhos à comunidade indígena, que se apresentaram como sendo representantes do CIMI e da COPAI/OAB/MS, apontados pelos próprios indígenas como os motivadores do agravamento da ocupação e os estimuladores da desobediência à ordem judicial vigente".

Veja a nota:

Referente à ocupação de fazendas na região de Sidrolândia e Dois Irmãos do Buriti por índios Terena, a Polícia Federal esclarece:

A Polícia Federal é uma instituição vinculada tão somente ao Estado Brasileiro e, portanto, não se posiciona em favor de qualquer das partes em litígio, limitando-se ao cumprimento de ordens judiciais exaradas;

Desde quarta-feira (15), dia da ocupação da Fazenda Buriti, em Sidrolândia, a Polícia Federal manteve-se presente no local, realizando levantamentos da situação e atuando de modo a preservar a integridade física das pessoas envolvidas;

Não foi dado cumprimento à ordem de reintegração no último sábado (18), mesmo após o descumprimento do acordo firmado pelas lideranças indígenas, em razão de rigorosa observação do protocolo próprio para o gerenciamento de crises;

A presença de dezenas de crianças e adolescentes, bem como de mulheres, algumas grávidas, e de idosos foi um dos fatores desfavoráveis ao imediato cumprimento da ordem de reintegração;

As diversas reuniões ocorridas com lideranças indígenas em busca da solução pacífica da crise não chegaram ao resultado esperado, especialmente em razão da presença de indivíduos estranhos à comunidade indígena, que se apresentaram como sendo representantes do CIMI e da COPAI/OAB/MS, apontados pelos próprios indígenas como os motivadores do agravamento da ocupação e os estimuladores da desobediência à ordem judicial vigente;

Ademais, a chegada da noite foi determinante para a decisão de se postergar o cumprimento da ordem de reintegração, tendo em vista, uma vez mais, o compromisso da Polícia Federal com a preservação da integridade física das pessoas envolvidas;

Todavia, os representantes da comunidade indígena, do CIMI e da COPAI/OAB foram notificados sobre o iminente cumprimento da ordem judicial, com eventual uso da força estritamente necessária, bem como alertados sobre a possibilidade de futura responsabilização, inclusive criminal, em caso de feridos, em especial de crianças e adolescentes levados até a área em disputa;

Comissão formada por representantes da Polícia Federal, do Ministério Público Federal e da Justiça Federal, após vistoria, constatou que o prédio sede da fazenda Buriti não foi invadido, saqueado ou depredado;

Finalmente, a Polícia Federal reitera seu compromisso com o cumprimento da lei e com a manutenção da ordem, tendo por premissas a preservação da vida e o respeito aos preceitos fundamentais do Estado Democrático de Direito, asseverando que o plano de ação vem se desenvolvendo regularmente.


Fonte: Questão Indigena


Comentário do Blog da Resistencia Suiá Missú

Até quando veremos estes bandidos da Comissão Pastoral da Terra e do CIMI agravarem o conflito no campo? O pior é que estas instituiçôes comuno-católicas são responsáveis por trazerem prejuízos justamente a produtores católicos. Quantos produtores rurais católicos não foram prejudicados pelo MST e pelo CIMI? Eu fico pasmo ao ver que os católicos aceitem ser esmagados por estas organizaçôes comuno-católicas sem dizerem nada. Não se vê os católicos prejudicados por estes bandidos comunistas do CPT e CIMI falarem nada ou se levantarem para obrigar os bispos desta igreja a controlarem estes comunistas destas organizaçôes.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Hino de Resistência e PAZ pela Suiá Missu!!!

As armas estavam nas mãos de policiais brasileiros, mas a estratégia de desintrusão foi tomada nos salôes da ONU, palacios europeus de governo e Casa Branca por canalhas norte americanos, canadenses, ingleses (Principe Charles, dono da ong Survival international), sacerdotes católicos e protestantes do Conselho Mundial de Igrejas e indigenistas brasileiros sem carater