Mudamos a imagem do blog para homenagear este gesto histórico entre uma manifestante e um policial da Policia Militar.

O Judiciário (MPF), as ongs CIMI (Conselho Indigenista Missionário) e Survival International, o Conselho Mundial de Igrejas (CMI) e demais picaretas se uniram para praticarem a picaretagem indigenista. O povo do Vale do Araguaia e os guerreiros do Posto da Mata (Suiá Missu) se uniram para defenderem o Brasil. Um herói, vestido de maneira simples, e desarmado, avança contra vários soldados federais pesadamente armados. Seu heroísmo marcou a ação da picaretagem indigenista: um homem só, trabalhador, enfrentando o maior aparato militar já montado neste país pelos picaretas do judiciário, CIMI, CMI e Survival international. É por este motivo que seu ato é retratado no logo deste site: um homem, só, enfrentando a canalhice indigenista de norte americanos, brasileiros (indigenistas sem carater, vendidos à estratégia das grandes potencias), ingleses, noruegueses, alemâes, canadenses, italianos e etc. Um homem só enfrentando a canalhice deste mundo. Esta é a tônica deste site: um homem só enfrentando o mundo. Esta luta não é para muitos, é para os poucos que não foram contaminados pelo politicamente correto, que não tiveram seus valores relativizados pelo gramscismo que impera em toda a sociedade brasileira.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.
Você se pergunta porque os povos do mundo estâo em guerra em busca de seus direitos. Povos, raças, grupos de todos os matizes, todos estâo lutando com unhas e dentes por seus direitos. Em 1964 um ministro norte americano, William Branham, chegou a uma conclusâo, na qual o Resistencia Suiá Missu concorda: as cartas em apocalipse (2-3) às Igrejas da Ásia eram proféticas e se referiam a períodos de tempo pelo qual a igreja passaria e segundo o ministro, a ultima carta, a de Laodicéia, representaria esta era moderna na qual vivemos. Até o nome se encaixa na luta dos povos por direitos: Laodicéia - Direito dos Povos. Quando vocês veem o povo nas ruas, manifestando-se, lembre-se - estamos vivendo a ultima era da igreja: Era de Laodiceia, que significa a Era dos Direitos dos Povos

Arquivo do blog

Resistencia Suiá Missú

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Cristão é enforcado no Irã, mas leva um sorriso diante da morte





 Cristão se recusa negar a Cristo, é condenado à força, sobe ao cadafalso sorrindo. Isto aconteceu no Irâ.


Surgiram alguns questionamentos sobre a foto e sua autenticidade. Bem, em se tratando de Irã, não dá para se averiguar o quanto é vero ou não o fato. Por isso deixo como está este post.

A foto é emblemática para mim, pois foi com este blog e este singelo projeto que decidi que não mais faria esforço entusiasmado pelas pessoas. Fui "humilhado" pelo meu entusiasmo com este fato e a partir daí, cheguei à conclusão de que este país merece estar do jeito que está. 

A foto demonstra meu estado de espirito quanto ao término de uma jornada em prol de pessoas que não conheço, como faço a oito anos. Mesmo passando oito anos na rede lutando por algo, por alguém, esse fato não diminuiu o ódio à minha pessoa. Quanto mais eu lutava pelos outros, mais ódio se exacerbava contra  a minha pessoa. Quanto mais tento ajudar pela rede quem não conheço, mais pessoas se acham na obrigação de demonstrar seu ódio a mim. Quanto mais luto pelas pessoas, mais seu desprezo a minha pessoa aumenta. Por isso coloquei esta foto: podem cuspir, podem demonstrar seu desprezo, estarei sempre sorrindo. Não importa quantas vezes eu seja obrigado a encerrar um projeto, ao fim dele, estarei sempre sorrindo. Não importa o quanto me prejudiquem, estarei sempre sorrindo. Se algum dia eu for obrigado a mendigar o pão, também estarei sorrindo. E se algum dia eu enfrentar a morte, espero também estar do mesmo jeito, sorrindo, apesar de que isso só aos fortes e corajosos é reservado, e não sou nenhum dos dois.

Por isso, independente de ser verdade ou não, esta foto é o simbolo de tudo que fiz até este dia no Brasil.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Hino de Resistência e PAZ pela Suiá Missu!!!

As armas estavam nas mãos de policiais brasileiros, mas a estratégia de desintrusão foi tomada nos salôes da ONU, palacios europeus de governo e Casa Branca por canalhas norte americanos, canadenses, ingleses (Principe Charles, dono da ong Survival international), sacerdotes católicos e protestantes do Conselho Mundial de Igrejas e indigenistas brasileiros sem carater