Mudamos a imagem do blog para homenagear este gesto histórico entre uma manifestante e um policial da Policia Militar.

O Judiciário (MPF), as ongs CIMI (Conselho Indigenista Missionário) e Survival International, o Conselho Mundial de Igrejas (CMI) e demais picaretas se uniram para praticarem a picaretagem indigenista. O povo do Vale do Araguaia e os guerreiros do Posto da Mata (Suiá Missu) se uniram para defenderem o Brasil. Um herói, vestido de maneira simples, e desarmado, avança contra vários soldados federais pesadamente armados. Seu heroísmo marcou a ação da picaretagem indigenista: um homem só, trabalhador, enfrentando o maior aparato militar já montado neste país pelos picaretas do judiciário, CIMI, CMI e Survival international. É por este motivo que seu ato é retratado no logo deste site: um homem, só, enfrentando a canalhice indigenista de norte americanos, brasileiros (indigenistas sem carater, vendidos à estratégia das grandes potencias), ingleses, noruegueses, alemâes, canadenses, italianos e etc. Um homem só enfrentando a canalhice deste mundo. Esta é a tônica deste site: um homem só enfrentando o mundo. Esta luta não é para muitos, é para os poucos que não foram contaminados pelo politicamente correto, que não tiveram seus valores relativizados pelo gramscismo que impera em toda a sociedade brasileira.

Vídeos Resistencia Suiá Missú

Loading...
Você se pergunta porque os povos do mundo estâo em guerra em busca de seus direitos. Povos, raças, grupos de todos os matizes, todos estâo lutando com unhas e dentes por seus direitos. Em 1964 um ministro norte americano, William Branham, chegou a uma conclusâo, na qual o Resistencia Suiá Missu concorda: as cartas em apocalipse (2-3) às Igrejas da Ásia eram proféticas e se referiam a períodos de tempo pelo qual a igreja passaria e segundo o ministro, a ultima carta, a de Laodicéia, representaria esta era moderna na qual vivemos. Até o nome se encaixa na luta dos povos por direitos: Laodicéia - Direito dos Povos. Quando vocês veem o povo nas ruas, manifestando-se, lembre-se - estamos vivendo a ultima era da igreja: Era de Laodiceia, que significa a Era dos Direitos dos Povos

Arquivo do blog

Resistencia Suiá Missú

sábado, 27 de abril de 2013

Lançado o Movimento PEC 215 já durante o Fórum Político (Fotos)

Fonte: Agência da Notícia com Leandro Lima


Adicionar legenda


Nesta sexta-feira (26/04) enquanto os políticos discursam na 5º Fórum Político realizado no parque de exposição da 5ª Dinâmica de Empreendimentos e Empreendedores de Porto Alegre do Norte, o movimento “PEC 215 Já”, colhia assinatura, entregava camisetas e colhia depoimentos dos políticos. 
O movimento tem como objetivo colher 1,1 milhão de assinaturas que para pressionar o Congresso Nacional votar a Proposta de Emenda Constitucional 215/2000 que passa ao congresso a responsabilidade de criar novas demarcações indígenas no país. 
 
O movimento criou um site (www.pec215ja.com.br) e pretende percorrer o país em busca de assinaturas, depoimentos e matérias sobre as situações das demarcações indignas da Fundação Nacional do Índio, que hoje através de decretos consegue fazer as ampliações e demarcações sem passar nenhum projeto pelo Congresso. 
 
Para o deputado Federal Nilson Leitão, presidente da Comissão Especial da PEC 215 na Câmara as demarcações feitas pela Funai vai contra a democracia, e que a votação da PEC dará mais democracia aos processo tanto para os índios como para os não-índios, “hoje a Funai está virando latifundiária com o protesto de demarcar novas áreas indígenas, isso é inaceitável”, disse ele. 
 
Uma das idealizadoras do Movimento, a jornalista Camila Nalevaiko do site Agência da Notícia disse que é hora do país se mobilizar em prol da PEC 215, “temos o exemplo da Suiá Missú onde milhares de pessoas foram jogadas na rua, e agora uma demarcação de mais de um milhões de hectares no Mato Grosso, temos que mobilizar a população e principalmente os produtores para que pressione os parlamentares a votarem a PEC e dar mais tranquilidade ao nosso povo”, afirmou.
 
“Vamos percorrer o país colhendo assinaturas e buscando apoio para engrossar ainda mais esse movimento, pois é um movimento que nasce no Mato Grosso, mas é uma preocupação do país”, explicou Camila. 
 
O Sindicato Rural de Porto Alegre do Norte, Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e outras entidades são as principais apoiadoras do movimento, para o presidente da Famato Rui Prado, o momento é de buscar mais parceiros para que o movimento tenha força. 
 
Em discurso no Fórum, o presidente da Assembleia Legislativa, José Riva, disse que o movimento pode contar com o Poder Legislativo que vai apoiar inteiramente o “PEC 215 Já”, pois é preciso frear as demarcações no Estado. 
 
O governador Silval Barbosa, também se mostrou favorável ao movimento e disse que é preciso fazer uma mobilização nacional para que os parlamentares votem a referida Proposta de Emenda Constitucional e o que precisar do Estado ele vai estar do lado par apoiar.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Hino de Resistência e PAZ pela Suiá Missu!!!

As armas estavam nas mãos de policiais brasileiros, mas a estratégia de desintrusão foi tomada nos salôes da ONU, palacios europeus de governo e Casa Branca por canalhas norte americanos, canadenses, ingleses (Principe Charles, dono da ong Survival international), sacerdotes católicos e protestantes do Conselho Mundial de Igrejas e indigenistas brasileiros sem carater